(21) 3867-9331 / 3105-5283 / 99670-3800 (WhatsApp) | atendimento@sorrirdenovo.com.br

A Ortodontia é uma especialidade da Odontologia que tem por objetivo diagnosticar, prevenir e tratar os problemas relacionados ao mau posicionamento e mau relacionamento dos dentes (má oclusão) e das estruturas da face (ossos e tecidos moles).

Os dentes mal posicionados dificultam a higienização, favorecem a inflamação gengival, o aparecimento de cáries, acúmulo de tártaro e o desenvolvimento de parafunções. Dentes bem posicionados podem melhorar a estética, o sorriso, a mastigação e a fonação.

Os aparelhos podem ser divididos em dois grupos: fixos e removíveis

1 – Aparelhos removíveis são encaixados na boca, podendo ser retirados pelo paciente ou pelo ortodontista, e dependem da colaboração do paciente. Podem ser ortodônticos, os quais realizam pequenas movimentações dentárias, ou ortopédicas, utilizadas nas correções de alterações esqueléticas (ósseas).

 2 – Aparelhos fixos são unidos aos dentes através de uma substância adesiva ou cimento; são compostos por braquetes (metálicos, plásticos ou cerâmicos), tubos e anéis, que suportam o arco metálico responsável pela movimentação dentária. Permitem maior movimentação dos dentes e independem da colaboração do paciente.

2.1 – Aparelhos Estéticos tem a mesma função que o aparelho dentário convencional de metal corrigir dentes tortos e desalinhados. A procura de aparelhos estéticos tem aumentado nos últimos anos. Os pacientes querem corrigir a má formação sem esquecer a estética e a sua aparência. É fabricado em 3 tipos de materiais:

  • Policarbonatos: são compostos de material acrílico e a sua aparência é mais discreta. Tem um custo mais acessível em comparação com os outros aparelhos estéticos. No entanto não tem grande resistência e os braquetes podem quebrar ou descolar com mais frequência. Por outro lado a cor do aparelho pode sofrer alterações com a absorção de pigmentos. Esta alteração de cor depende da alimentação e dos hábitos dos pacientes;
  • Cerâmica: Devido às características do material não sofre alterações de cor e é bastante resistente. Existe menor atrito nos braquetes e o fio comporta-se de forma mais eficaz. Tem um custo mais elevado do que o anterior aparelho dentário estético;
  • Safira: Os braquetes de estes aparelhos são translúcidos. Não sofrem alterações de cor e raramente descolam ou quebram. O resultado estético é bastante agradável porque apenas se vê o fio ortodôntico.

2.2 – Aparelhos Autoligaveis são aparelhos ortodônticos cujos braquetes são os mais modernos e com maior tecnologia existente atualmente. Este sistema dispensa o uso de borrachinhas ou amarrilhos para prender o arco (fio) ao braquete, proporcionando uma maior força para mover o dente, pois, apresenta um encaixe próprio que fixa o arco mantendo o fio ativado durante mais tempo.

A grande vantagem deste sistema é a diminuição do atrito entre o fio ortodôntico e o braquete, tornado possível a utilização de forças mais leves, porém constantes nos dentes realizando dessa forma o movimento dentário mais rapidamente. Assim, é possível diminuir o tempo total do tratamento, alem do fato de não precisar ir todo mês ao ortodontista. Sendo ideal para pacientes que não disponham de tempo ou que residem em outra cidade.

Prever o tempo de um tratamento ortodôntico é difícil, pois este depende de vários fatores, como respostas biológicas individuais, tipo de má oclusão, tipo de aparelho utilizado e colaboração do paciente. Um tempo médio é de vinte e quatro a trinta meses de tratamento ativo.

O tratamento ortodôntico, no início, causa certa sensibilidade, principalmente na fase de colocação do aparelho. Após essa fase, existirá algum desconforto para o paciente cerca de 24 a 48 horas após os ajustes praticados pelo ortodontista.

Quando o tratamento é bem planejado e executado por profissional qualificado, não existem riscos maiores ao paciente, desde que este siga todas as instruções dadas, principalmente quanto ao aspecto de higiene bucal, pois os detritos podem causar problemas gengivais, periodontais, manchas brancas ou mesmo cáries dentárias.

Apesar de o problema genético ser um dos fatores do aparecimento da má oclusão nos filhos, outros fatores podem levar a tratamento ortodôntico, como respiração bucal, sucção prolongada de dedo ou chupeta, deglutição atípica e anomalias dentais.

A extração de dentes permanentes faz-se necessária em alguns casos, principalmente naqueles em que há falta de espaço para a acomodação de todos os dentes no arco. O resultado deve ser um perfil harmonioso, agradável, com lábios contactados, sem esforço muscular e com perfeita harmonia dentária. Quando bem indicadas, as extrações não trazem prejuízo ao paciente. Podem ocorrer pequenas acomodações pós-tratamento, ligadas ao crescimento e às alterações funcionais. Essa tendência é normalmente bem controlada e minimizada através de um bom planejamento ortodôntico.

Dra. Erica Santto

TURNO/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO
Manhã  check  check
Tarde  check

Dr. Ivan Paulucci

TURNO/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO
Manhã  check
Tarde  check

Dr. Tatiane de Luca

TURNO/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO
Manhã check
Tarde  check

Dr. Victor Hugo Costa

TURNO/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO
Manhã check
Tarde  check

Especialidades de Ortodontia

Documentação Ortodôntica

Mini-implantes

Contenções ortodônticas