(21) 3867-9331 / 3105-5283 / 99670-3800 (WhatsApp) | atendimento@sorrirdenovo.com.br
Próteses totais, popularmente conhecidas como dentaduras, são substitutas para os dentes ausentes que podem ser retiradas e recolocadas na boca.

Uma base acrílica da cor da mucosa bucal se apoia sobre sua gengiva. A base da prótese superior cobre todo o palato (céu da boca), enquanto que a prótese inferior é confeccionada na forma de “U”, a fim de permitir espaço livre para acomodar sua língua.

O dentista irá determinar quais os tipos de próteses descritas abaixo é o melhor para você:

Prótese Total Definitiva: A prótese total convencional é colocada em sua boca depois que os dentes remanescentes foram extraídos e os tecidos cicatrizarem. A cicatrização pode demorar vários meses durante os quais você poderá usar uma prótese provisória.

Prótese Total Imediata: A prótese total imediata é instalada imediatamente após a extração dos dentes remanescentes. O dentista faz as moldagens de seus ossos maxilares durante a consulta e essa prótese na verdade também é provisória. A razão para isto é que o osso no qual os dentes estavam inseridos sofre uma mudança após a cicatrização, fazendo com que a prótese fique sem estabilidade.

Sua confecção se inicia através da moldagem das arcadas dentárias. Tais modelos são montados em laboratório para a montagem dos dentes de maneira que respeite a oclusão (mordida) de cada paciente. Os dentes utilizados são feitos em resina acrílica especial.

É realizado o envio dos moldes para o técnico em próteses dentárias (protético). Depois de pronta a prótese, algumas consultas são necessárias para determinação da altura, tamanho e formato dos dentes. O tempo de vida útil de uma prótese total não é eterna e, como todas as próteses dentárias, devem ser substituídas periodicamente. O tempo adequado para se trocar uma dentadura é de 5 a 7 anos (no máximo). Após esse período, além da quantidade de bactéria que passa a residir na prótese e a pressão contra a mucosa (gengiva e osso alveolar), pode existir perda óssea severa e até câncer bucal.

Alguns cuidados após a instalação da Prótese Total:

  • O período de adaptação com a nova prótese é muito importante, você terá que reaprender a falar e se alimentar, evite alimentos muito duros ou carnes com muitas fibras;
  • Em muitos casos, a dentadura inferior não para na boca e a reabsorção da gengiva impede a estabilização da prótese dentária. Caso o paciente não se acostume com esta situação, o ideal é começar a se pensar em utilizar uma prótese total sobre implantes.
  • É muito importante que a prótese não lhe machuque. É comum a necessidade de se voltar dentista para realizar determinados ajustes;
  • Higienize diariamente sua prótese com uma escova dental macia. Também é indicado massagear a gengiva e o palato (céu da boca) para promover a circulação sanguínea e remover placas bacterianas aderidas à mucosa.

Mais especialidades

Fonoaudiologia

 

Ultrassonografia

Periodontia

 

Psiquiatria